Parada de motores em aeronaves A350, estão relacionadas ao derramamento de café na cabine.
  • Joalisson Costa

Parada de motores em aeronaves A350, estão relacionadas ao derramamento de café na cabine.

Dois casos de desligamento de motor em voo das aeronaves Airbus A350 XWB podem estar relacionados ao derramamento de café nas manetes de potência na cabine do piloto. Os eventos foram registrados no ano passado nas empresas Delta Air Lines e Asiana , respectivamente, que sofreram uma parada inadvertida do motor que os forçou a fazer pousos de emergência.


Após as falhas que levaram ao desvio de ambas as aeronaves, os fabricantes europeus Rolls-Royce e Airbus concentraram-se em investigações para descobrir as causas e emitir recomendações aos operadores do A350 XWB.



Segundo as informações, os desligamentos do motor podem ser causados ​​pelo derramamento de café e / ou chá, na manete de potência localizada, no meio dos dois assentos do piloto e do co-piloto. A queda de líquido pode ter ocorrido muito perto dos controles de ignição do motor.

No caso da Delta Air Lines, a parada direita do motor (nº 1) ocorreu aproximadamente uma hora depois que o líquido foi derramado na manete. Nos dois casos, esses problemas não são isolados, mas até a "falha do mecanismo" está sob investigação.


Essa situação já havia acontecido anteriormente, no dia 12 de setembro de 2019, a tripulação de um Airbus A330 da falecida companhia aérea Thomas Cook, teve que desviar o avião de sua rota devido a uma perda de comunicação causada pela queda de café na região. Como recomendação, após o relatório final desse “incidente grave”, foi recomendado o uso de suportes para copos e copos recomendados pelo fabricante.

2,729 visualizações