Boeing 737 MAX realizará voo de certificação apesar do problema do software
  • Joalisson Costa

Boeing 737 MAX realizará voo de certificação apesar do problema do software

Apesar da falha de software dos engenheiros da Boeing, que compartilhamos aqui no Mega Aviação, a Federal Aviation Administration (FAA) espera que o 737 MAX conclua seu voo de certificação nas próximas semanas.


O chefe da FAA. Stephen Dickson disse que o avião poderá retornar aos céus em breve, apesar do problema detectado no software, que envolve uma luz que alerta sobre algum mau funcionamento do sistema.


De acordo com o Financial Times, essa crise de quase um ano pode custar à Boeing US $ 18,6 bilhões, além das perdas de companhias aéreas porque seus aviões permanecem em terra desde março de 2019 ou porque sofreram Atrasos nas entregas de aeronaves.

Por meio de uma declaração, a Boeing informou:

Estamos incorporando uma alteração no software 737 MAX antes que a frota retorne ao serviço, para garantir que a luz indicadora acenda apenas como pretendido. ”

Desde dezembro, a empresa suspendeu a produção do 737 MAX, aguardando a certificação do avião para poder produzir aeronaves normalmente, já que atualmente a empresa possui 400 aeronaves armazenadas.


No início de 2020, a Boeing prometeu entregar todas as suas aeronaves armazenadas em aproximadamente 18 meses; Pelo menos 22 aviões por mês.



O que era rápido, melhorou! Seja exclusivo, cadastre o telefone (83) 98216 1600 e receba as notícias mais lidas do Mega Aviação pelo seu WhastApp. Adicione na sua lista de contato, mande um "OI", e automaticamente você será cadastrado.