Avianca terá "tarifas de low cost" e mais assentos nos A320
  • Joalisson Costa

Avianca terá "tarifas de low cost" e mais assentos nos A320

Durante o evento que reuniu veículos de comunicação do mundo inteiro, o CEO da Avianca Holdings, Anko van der Werff, revelou que a companhia lançará novas famílias de tarifas a partir deste mês. Segundo ele, serão tarifas com preços mais baixos e bastante semelhante aos praticados atualmente pelas aéreas low costs.




“Este é um modelo que funciona muito bem nos Estados Unidos, na Europa, no Oriente e também na América Latina. Esta iniciativa nos deixará mais competitivos e atraentes para o mercado", avalia o CEO. De acordo com ele, a ideia é poder oferecer uma experiência de viagem de acordo com o perfil e a necessidade do cliente. “Ele [o passageiro] poderá escolher se quer viajar com ou sem bagagem, com mais ou menos espaço e com muitas outras opções de produtos que temos e que lançaremos para deixar o serviço ainda mais completo.”

A estratégia, segundo a explicação de Anko, mostra que a companhia, que completa 100 anos em dezembro deste ano, também quer aprender com as novatas do mercado. “Nós amamos a concorrência e a concorrência nos ama. O mercado de aviação cresce em todo o mundo. Podemos aprender muito com a eficiência das low costs”, afirma o executivo.

Mesmo com uma tarifa mais baixa, isto não quer dizer que a Avianca se tornará uma companhia aérea low cost. Afinal, a empresa conta com uma base muito grande clientes fiéis e frequentes, que já estão acostumados e aceitam os produtos oferecidos por ela. Só no Lifemiles, o programa de fidelidade da Avianca, são mais de nove milhões de pessoas cadastradas.

“O que estamos fazendo é a diversificação do produto. Teremos tarifa low cost, mas nunca seremos low service. Também continuaremos voando com widebody, classe executiva, sala vip, serviço de bordo e muito mais”, concluiu Anko.

A previsão é que as novas tarifas entrem em vigor ainda este mês no Equador; na Colômbia, em novembro, e a partir disso gradativamente em todas rotas da companhia, incluindo as internacionais.

Dentro do seu plano de crescimento, a Avianca quer aumentar a eficiência de sua frota colocando mais assentos dentro das aeronaves. Anko revelou como a empresa pretende melhorar a capacidade dos voos sem perder o conforto a bordo.

“Nossos aviões A320, que usamos principalmente em rotas curtas dentro da América do Sul, possuem capacidade para 150 passageiros. A nossa ideia é colocar mais 20 ou 30 assentos e passar a transportar 175 clientes”, afirmou o CEO, dizendo que essa iniciativa já foi adotada com sucesso em aéreas europeias.